quarta-feira, 31 de julho de 2013

IV workshop de iniciação à costura: foi assim...

     Dia de workshop é sempre um dia bem passado e em boa companhia e desta vez não foi excepção!
     A Rita e a Tânia vieram cheias de vontade para aprender coisas novas. Como ambas já tinham umas noções de costura, passámos a parte das experiências com a máquina e com o tempo destinado a esse fim deu para fazer um estojo com uma segunda técnica para aplicar fechos.
     Aqui ficam algumas fotos.

Nas bainhas.

Na colocação de fechos.




No estojo.




     Em Setembro voltam os workshops, para iniciar virá um destinado à casa, fiquem atentos!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Porta-moedas


     Uma amiga encomendou-me um porta-moedas para oferecer à educadora do filhote. A única exigência era o tecido azul petróleo, mas pelo caminho juntei-lhe mais cor e o resultado foi este. Pareceu-me perfeita para guardar as moedinhas necessárias para uma fantástica bolinha de Berlim!


     Muito se fala sobre as lembranças que se dá aos professores no final do ano lectivo. Há quem diga que é proibido, mas o certo é que quem dá o faz com gosto e quem recebe vai sempre olhar para o objecto e associá-lo à criança que o deu.
     Em miúda era da praxe levar sempre um frasco de mel para a minha professora e se um dia houver crianças na Casa da Pucariça, vejo-me a dar um miminho ao/à professor/a, mesmo feito por cá para ser personalizado!

domingo, 28 de julho de 2013

Pataniscas de alho francês, cenoura e azeitonas

     Há uns dias quis fazer pataniscas de bacalhau e, depois de uma exaustiva pesquisa para escolher a melhor receita, eis que descubro que o ingrediente principal acabou!
     Como queria mesmo fazer as pataniscas resolvi fazer com os ingredientes disponíveis e saiu esta receita que partilhamos aqui.


    ingredientes:
    - 6 ovos
    - 50g de farinha
    - 1 cebola picada
    - 220g de alho francês
    - 1 cenoura ralada
    - azeitonas pretas picadas grosseiramente
    - 1 ramo de salsa
    - sal qb
    - pimenta preta qb
    - açafrão das índias 


   preparação:

     Saltear o alho francês e a cebola, quando estiver quase no ponto, juntar a cenoura e as azeitonas.
     Preparar o polme batendo os ovos com a farinha. Juntar o preparado anterior, a salsa picada e os temperos, rectificar e se for necessário juntar um pouco de água. 
     Fritar colheradas em óleo bem quente (fritámos em azeite). Deixar repousar em papel absorvente e servir com um belo arroz de tomate. 

quarta-feira, 24 de julho de 2013

IV workshop de iniciação à costura

     A pedido de mais interessadas vem mais um workshop de iniciação ao mundo das agulhas, linhas e tecidos.
     Mais uma vez vou ensinar a fazer diferentes bainhas, aplicar fechos, pregar botões...

É necessário trazer máquina de costura.
Custo: 25€ com todo o material incluído.
Inscrições e mais informações em casadapucarica@gmail.com
Limitado a 3 inscrições.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Conjunto de cozinha

     No ano passado, por esta altura, numa ida a Lisboa, passámos por acaso numa loja que estava em saldos e entrámos na esperança de encontrar um conjunto de cozinha que fosse ao nosso gosto e a um bom preço. 
    Feitas as contas, um valor astronómico fez-nos desistir e continuar pela loja e foi quando vimos esta toalha, que adorámos o tecido. A ideia de fazer o conjunto de cozinha surgiu de imediato e, quase um ano depois, ei-lo (finalmente) pronto com as seguintes peças, que podem ver em pormenor (pela ordem que foram feitas):

- 2 panos;
- 1 avental;
- 2 toalhas;
- 2 pegas;
- 1 runner;

     Ora digam lá se a Casa da Pucariça não ficou muito mais bonita!!!

Limoeiro


     Tivemos um limoeiro durante alguns anos que nunca deu limões. 

Este ano tivemos de optar por substituí-lo por um novo e mais uma vez tivemos a ajuda do Zé nessa tarefa.


Rapidamente deu flor! Parece ter gostado do novo espaço!

 E mini frutos!

 Parece que é desta!

     Gostamos muito de usar limão nas nossas receitas, sejam doces, salgadas (no tempero) ou "farmacêuticas", por isso estamos "em pulgas" para colher os primeiros limões!

sábado, 20 de julho de 2013

Chapéu para a pequena Sara - parte 2

     Este foi o segundo chapéu que oferecemos à neta dos nossos vizinhos. Com um modelo e cores diferentes para os pais terem opção. Gosto de chamar flor a este tipo de chapéu por causa do folho. Podem ver mais pormenores aqui.


informações/encomendas: casadapucarica@gmail.com

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Chapéu para a pequena Sara - parte 1

     Em dia de Saras mostramos um chapéu 2 em 1, feito para oferecer à neta dos nossos vizinhos que nasceu em Janeiro. Porquê parte 1? Porque vem lá outro! Fiquem atentos que é bem diferente!

Para o seu 1.º Verão escolhemos estas cores bem frescas!

chapéus por medida, mais informações: casadapucarica@gmail.com

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Omelete verde com recheio de atum

     Mais uma receita inspirada nas que encontramos pela internet fora. Pareceu-me imediatamente deliciosa, tirando o salmão fumado que não aprecio, e quis experimentar, fazendo os ajustes à moda da Casa da Pucariça e aqui fica a receita adaptada:

Para as omeletes/crepes
(deu para 4 omeletes numa frigideira com 22cm de diâmetro)
- 6 ovos
- um molho de labaças
- sal qb
- pimenta preta qb

Para o recheio:
- 2 latas de atum
- alho francês
- 1 cebola 
- 3 tomates médios
- 1 raminho de segurelha
- sementes de sésamo


Preparação:

Recheio:
     Colocar num tacho, com um pouco de azeite, a cebola picada, o alho francês cortado às rodelas, o tomate grosseiramente picado e a segurelha. Quando estiver cozinhado acrescentar o atum e deixar apurar enquanto se preparam as omeletes/crepes.

Omeletes/crepes:
     Saltear as labaças picadas num pouco de azeite e reservar. Bater os ovos e juntar as labaças, se necessário dar umas voltas com a varinha mágica (caso as folhas fiquem muito grandes).
     Deitar uma pequena concha numa frigideira com um pouco de azeite e espalhar por toda a superfície para que fique bem fina.
    Rechear cada crepe e enrolar. Polvilhar com sementes de sésamo e servir com salada.

     Podem ver a receita original aqui e experimentá-la também!


segunda-feira, 15 de julho de 2013

Chapéu para a Beatriz

     Com a chegada tão esperada do Verão, continuam a sair chapéus para proteger carinhas larocas. Desta vez saiu este chapéu que a mamã da Beatriz escolheu, dos chapéus disponíveis, como o chapéu para o seu 1.º Verão! Ficou uma princesa!

chapéus por medida, mais informações: casadapucarica@gmail.com

domingo, 14 de julho de 2013

Favo de mel

     Para quem praticamente nasceu no meio do mel, um miminho destes é uma preciosidade! 
    Comer o mel directamente do favo é delicioso e quando encontramos uns rebuçadinhos pelo meio é ouro sobre azul (rebuçados: como chamávamos lá pelos Algarves ao alvéolo cheio de pólen). 
     Há quem não goste de comer mel desta maneira por ter de se cuspir a cera que fica na boca, mas provar o mel novo com sabor a Natureza é voltar à infância! Agradeço à minha querida amiga Ana R. por todos os anos me proporcionar esta viagem! Todos os anos tento ajudar na cresta do avô dela mas tem sido difícil conciliar. Quem sabe no próximo ano.

     Fui habituada a substituir o açúcar por mel em muitas receitas. Chá com mel, limão com mel (para as constipações), fatias de ovo com mel e canela, morangos com mel... qualquer uma destas receitas, se for feita com açúcar, não sabe ao mesmo! Talvez por isso nunca me tenha habituado a sentir os cristais do açúcar na boca.


Propriedades do mel:

     O mel é usado desde as civilizações mais antigas pelas suas propriedades.
     Ao contrário do açúcar refinado que facilita o acumular de gorduras, o mel, por ser rico em glicose e frutose, passa directamente para o sangue, sendo imediatamente assimilado pelo organismo, não sendo necessária qualquer transformação por parte do corpo humano.
     É rico em cálcio, fósforo, sódio, potássio, magnésio e ferro e recomendado em casos de anemia, asma, gripe, rouquidão, tosse e melhora o trânsito intestinal. É considerado um excelente tonificante muscular (por isso me davam uma colher de mel antes das aulas de natação).
     É um excelente hidratante para a pele e acelera a cicatrização de feridas. Lá pelos Algarves aprendi a fazer máscaras de mel, experimentem e vejam como a pele fica macia.

sábado, 13 de julho de 2013

Chapéu para a Sónia


     Este chapéu reversível foi para a margem sul. A Sónia fez o pedido baseado nos chapéus disponíveis e escolheu o chapéu "Susana". Podem espreitar aqui o porquê de um nome num chapéu.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Enfardadeira manual

     Não é novidade para ninguém que tentamos ao máximo "des"mecanizar muitos processos de fabrico. Neste caso, descobrimos algures pela internet, uma enfardadeira manual que não mais saiu da cabeça do engenhocas da Casa da Pucariça!


Pôs mãos à obra e construiu a enfardadeira reutilizando paletes.

     Como é que funciona? Ora vejam:

     Primeiro há que cortar o pasto com a ajuda de uma gadanha (sim, aquela dos filmes de terror!) e deixar secar.

Gadanha e engaço.

Depois de seco, começa-se por juntá-lo num monte.

Desafiamos os corajosos a tentar fazê-lo recorrendo a esta proeza!

Começa-se a encher a enfardadeira.

Prensar ou pisar as uvas, como preferirem.

Acrescentar até ficar cheia.


É provável que seja necessário a ajuda de uma segunda pessoa para prensar melhor.

A tampa ajuda, juntamente com a alavanca, a pressionar o suficiente para atar o fardo.

Et voilá! 10 minutos de trabalho para cada fardo.

Bem paralelepipédico!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...