domingo, 29 de junho de 2014

Abóbora hokaido

     No ano passado experimentámos abóbora hokaido, também conhecida como abóbora japonesa e adorámos. Este ano experimentámos semear e até agora tudo ok. Estão ainda amarelas, mas normalmente encontram-se à venda em cores como o cor-de-laranja intenso, vermelho, bronze, rosada ou verde. As nossas sementes vieram de uma hokaido laranja intenso por isso estamos à espera que chegue a essa cor.

     É uma espécie de abóbora pequenina e achatada, a casca é menos dura do que as abóboras grandes e é comestível, por isso não é necessário descascar. É deliciosa em sopas ou assada no forno (esta variante ainda não experimentámos).

     É rica em beta-caroteno, potássio, fibras, vitaminas A e C ou zinco. Podem ler mais aqui o que a Fernanda Botelho diz sobre as abóboras.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Omelete com tomate e cebola

     Quando chega o Verão gostamos de fazer refeições ligeiras, ao jantar ou a qualquer refeição ao fim-de-semana - caso ainda estejamos a trabalhar, ou também ao almoço - se já estivermos de férias com uma bela salada a acompanhar.

Preparação:
     Bater os ovos e quando forem espalhados na frigideira (untada) colocar por cima o tomate aos pedaços (grandes ou pequenos), cebola às rodelas e alecrim. Deixar apurar em lume brando para que o tomate e a cebola fiquem cozinhados.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Uma família de chapéus

     De uma actividade semanal surgiu um projecto, o de desenhar o próprio chapéu que por acção de uma varinha mágica os transformou em realidade e está agora em 6 cabeças lindas que passaram os últimos 4 anos comigo! Podem ver aqui a quem pertencem e pormenores (aventuras) do projecto.






segunda-feira, 16 de junho de 2014

Bolo cru

     Já referimos aqui que temos experimentado algumas receitas crudívoras. Desta vez experimentámos um bolo, muito parecido às trufas sem açúcar e partilhamos a receita adaptada daqui

Para o bolo:
- 200g de tâmaras sem caroço;
- 200g de avelãs
- 3 colheres de sopa de farinha de alfarroba;
- 3 colheres de sopa de cacau em pó;
- 3 colheres de sopa de xarope de agave (pode ser substituído por geleia de arroz)

Para o recheio:
- 2 abacates maduros;
- cacau a gosto;
- xarope de agave a gosto (depende de quão doce pretendam)


     Triturar as tâmaras com as avelãs, juntar a farinha de alfarroba, o cacau e o xarope de agave triturando novamente.
     Dividir a pasta em duas porções. Deitar uma das porções num recipiente com a forma pretendida e calcar/prensar, é mais fácil com a ajuda de uma folha de papel vegetal. Transferir para o recipiente definitivo.
     Espalhar uma camada do recheio de abacate e cacau.
     Preparar a segunda porção com o mesmo procedimento da primeira e colocar por cima desta.
     Espalhar o recheio de abacate a toda a volta. Para o efeito das fotografias basta usar uma colher para "puxar" o creme.

domingo, 8 de junho de 2014

Preparar o aquecimento do Inverno

     Este ano preparámos o Inverno mais cedo. Um amigo deu-nos uns valentes troncos de pinheiro e antes que começassem a secar tivemos de os transformar em lenha para a lareira. Fazê-lo com o pinheiro seco torna a tarefa muito mais difícil pois a madeira fica muito rija.
   Mais uma vez contámos com a ajuda preciosa do professor Zé que esteve sempre atento ao desempenho do aluno que está cada vez mais desenrascado.




















Não resisti a uma sequência!

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Mais uma equipa

    Pela segunda vez conseguimos que nascessem, naturalmente, pintainhos.

     Dos 11 ovos que colocámos, 2 eram da mãe e os restantes 9 eram "adoptados". Curiosamente, só os primeiros 2 é que nasceram. Parece que aprendemos que não devemos misturar ovos diferentes.

     A nossa galinha da Índia é uma mãe muito cuidadosa e protege os seus pequenos a ferro e fogo! E é vê-la a arranjar-lhes comida... um encanto!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...