quinta-feira, 31 de maio de 2012

Croquetes de tofu

     No fim-de-semana passado quis experimentar uma receita nova  deste livro e encontrei esta que me chamou à atenção, já que os croquetes são grelhados e não fritos. Fiz-lhe uns upgrades e gostámos do resultado.

Ingredientes:
- 250 gr de tofu
- 2 cenouras cozidas
- espinafres (a gosto) cozidos
- 1 cebola
- azeite
- 2 colheres de sopa de molho de soja
- sal marinho
- salsa
- coentros
- 1/2 chávena de pão ralado para misturar
- pão ralado


     Esmagar o tofu com um garfo. Triturar as cenouras e os espinafres (pode ser com a varinha mágica) e juntar ao tofu.
     Refogar a cebola picada em azeite e acrescentar o preparado anterior. Temperar com molho de soja e um pouco de sal. Deixar cozinhar cerca de 10 minutos, mexendo regularmente. Acrescentar a salsa e os coentros picados e deixar apurar cerca de 2 minutos. Retirar do lume e misturar a 1/2 chávena de pão ralado.
     Moldar pequenas bolas com as mãos, espalmando-as em forma de croquetes, passando-os por pão ralado.
     Grelhar os croquetes numa frigideira anti-aderente.


(como só me apercebi que não tínhamos pão ralado, já a receita ia adiantada, a opção foi fazer torradas e ralar)

quarta-feira, 30 de maio de 2012

"Borracha relíquia"

     Há uns dias um aluno (com um sorriso maravilhoso) levou esta relíquia para a escola. Esta borracha era do pai que nasceu em Inglaterra e provavelmente trouxe-a quando veio para Portugal. 
     Como nesse dia não levava comigo a minha máquina registadora de imagens, pedi-lhe que não a usasse mais durante o dia para que permanecesse o mais intacta possível. E cumpriu!

     De perfil tem um aspecto tosco e fez-me lembrar a época da Revolução Industrial.

     Comparando-a com uma borracha de tamanho dito normal, esta é mesmo muito comprida!

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Se as crianças não são todas iguais...

     Todos os dias somos confrontados com uma Escola que não serve todas as crianças.      

(Desculpem ser só em Inglês, mas é o melhor que temos até agora.)

     Pensamos que cada vez mais serve um menor número de crianças.
     O currículo continua a privilegiar apenas duas áreas e da vida faz parte tudo o que nos rodeia... para não falar das metodologias teóricas que imperam, em detrimento das metodologias práticas que os tempos deixaram de parte.
     Para quem tem consciência de que o seu filho não está bem integrado no sistema a que a maior parte das pessoas tem acesso, aqui ficam algumas ideias:

     - A educação doméstica (com os pais ou outro familiar) é possível, legalmente, durante toda a escolaridade obrigatória.
   - A educação individualizada (com um professor particular) é possível, legalmente, durante toda a escolaridade obrigatória.
     - Ainda existem, em Portugal, algumas escolas que tentam considerar a criança como um todo. Aqui ficam dois exemplos: Casa Verdes Anos e Escola Harpa-Portugal.

     Vejam a reportagem na Casa Verdes Anos:


     Para muitos estas opções trazem um saco cheio de "mas": ...a falta de tempo, ... a falta de dinheiro, ...a falta de opções gratuitas... 
   Pois é, mas há tempo para ter três trabalhos, para pagar carros, playstations, brinquedos e mais brinquedos, etc, etc, etc.
     Em relação ao nosso "mas", embora estejamos num sistema que criticamos, vamos tentando minorar as diferenças que existem entre a opção pública e os sistemas alternativos. 
    Como uma amiga nos disse há uns tempos: mais vale fazer pouco dentro de um sistema que funciona mal, do que sair e cruzar os braços.
     A "Casa da Pucariça" também surgiu como forma de pensar as crianças como um todo. Algumas crianças que já sentem o nosso projecto, começam a pedir para estar no nosso espaço, por isso, em breve começaremos com mais actividades dedicadas à melhor coisa do mundo: as crianças!

"A educação exige os maiores cuidados porque influi sobre toda a vida."

Omeprazol natural

     Há já uns dias que penso em partilhar uma experiência pessoal que pode ser útil a quem tenha problemas de estômago.
     No meu caso pessoal comecei por sentir alguns sinais de alerta no estômago por problemas familiares e agravaram-se devido a uma situação escolar (muito) complicada e injusta que tive o azar de experienciar em janeiro último (ossos do ofício).
     Após consultas e exames ouvi de mais do que um médico: 

- Terá de tomar sempre o omeprazol. 
- Sempre até quando?
- Sempre!

     Não me conformei com a indicação e comecei a procurar alternativas. Depois de as experimentar e obter bons resultados, decidi partilhar com quem nos segue. Quem achar por bem pode experimentar.

     De manhã em jejum bebo um copo de água morna (+/- 7 colheres de sopa de água) com sumo de 1/2 limão. Descobri com esta experiência que o limão, ao contrário do que se pensa, é um ácido bom e alcaliniza o estômago (neutraliza a acidez do estômago).

      Antes das grandes refeições (almoço e jantar) como 1/2 papaia. Esta fruta tem um efeito cicatrizante e é recomendada em variados casos de problemas gástricos.

     Ao longo do dia vou bebendo chá de erva doce que é muito recomendado para problemas digestivos e ajuda na digestão se for tomado após as refeições (eu tomo antes, entre, depois...). Também descobri que ajuda na retenção de líquidos, principalmente no verão e ajuda a combater bronquites e tosse por ser expectorante.
     No que toca a bebés achei curioso o facto de aliviar as cólicas do bebé e por ser um estimulante para a produção de leite materno.
     Tenho alternado também com chá de cidreira, salva, tomilho e malvas.

     Como terá dito Hipócrates (considerado o pai da medicina): Fazei do vosso alimento o vosso remédio
     E assim fiz!

domingo, 27 de maio de 2012

Papas de aveia

     Há já algum tempo que andávamos com curiosidade para experimentar as papas de aveia. 
     A mulher da "Casa da Pucariça" tem um trauma com a palavra "papas", já que em miúda, papas de milho era o prato que mais dor de cabeça lhe dava, ou vómitos! Por isso as papas de aveia foram sendo adiadas até hoje.

Papas de aveia para 2 pessoas:
- 1 chávena de chá de flocos de aveia
- 2 chávenas de chá de leite magro (nós usámos leite de aveia)
- casca de limão a gosto
- 1 pau de canela
- 1 colher de chá de baunilha
- canela em pó
- adoçante ou açúcar

Preparação:
     Juntar a aveia com o leite, o pau de canela, a casca de limão e a baunilhar num tacho e levar a lume brando, mexendo de vez em quando, até levantar fervura e adquirir uma consistência cremosa parecida à do arroz doce. Adoçar a gosto e servir polvilhadas com canela.

Creme de courgete

     Estas foram as primeiras courgetes da nossa produção. Normalmente as primeiras saem um pouco toscas, talvez por a planta ser ainda muito jovem.
     Ontem tivemos cá visitas a dar uma ajuda na horta e aproveitámos para fazer um creme de courgetes para o jantar que ficou aprovadíssimo!

     Esta receita foi-nos partilhada pela Rosália, é muito fácil de fazer e rápida, ideal para aqueles dias em que chegamos a casa em cima da hora da refeição.

Creme de courgete:
- 1 courgete média
- 1 cebola
- sal e azeite

     Refogar a cebola cortada grosseiramente e juntar a courgete para refogar um pouco. Juntar água e sal e quando estiver cozido triturar.

Já fizemos duas variações com este creme:
- no momento de servir, juntar cubinhos de pão torrado
- no momento de triturar juntar coentros a gosto

     A courgete contém boas quantidades de ácido fólico, potássio, vitaminas A, C, K. É indicada para gastrites, colites e na prevenção de doenças como a asma, artrite reumatóide e problemas cardiovasculares. Tem propriedades anti-inflamatórias.

sábado, 26 de maio de 2012

Sumo verde

     Temos variado muito os nossos sumos matinais. Há uns tempos nunca me aventuraria num sumo destes, mas como nunca é uma palavra que a história quase sempre desmente, eu não fui excepção!

Sumo de maçã e espinafres (para 2 pessoas):
- 1 maçã
- 4 folhas de espinafres

     Juntar água e triturar. Não é tão mau como parece! Se até eu (ex-esquisita) gostei, quem não o é vai adorar!

     Quem nunca ouviu a expressão: one apple a day keeps the doctor away
     A maçã é uma excelente fruta para a nossa saúde pela sua riqueza em vitaminas, sais minerais, fibras, água, e pela sua escassez em gordura saturada, colesterol, sódio e calorias. 
     Pertence ao grupo de frutos ricos em fibras que promovem a saciedade pela espécie de gel que forma no estômago, evitando a ingestão exagerada de alimentos. Não esquecer a casca, pois grande parte da fibra e muitos dos fitonutrientes encontram-se na mesma.

     E quem não se lembra do Popey que ficava cheio de força quando ingeria a sua lata de espinafres?
     Já chegámos a ler que os elementos activos do espinafre são tão numerosos que substituem meia farmácia. Esta hortaliça é rica em cálcio, ácido fólico, fósforo e enxofre. O espinafre é muito eficaz para a formação do sangue pois contém: arsénico, cobre, iodo, ferro, vitamina C e clorofila (que é quimicamente muito parecida com a hemoglobina humana).

     Moral da história: óptima forma de começar o dia!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Caminhada matinal

     Hoje comecei o dia assim. Nos dias em que o sócio Daniel leva o carro, quando me consigo despachar a horas de sair mais cedo, vou a pé até ao ponto de encontro (+/- 1,8km). É uma delícia ouvir os bons dias da Natureza!

 E, como se costuma dizer, carregada que nem uma mula!

Boa acção do dia

     Há uns dias esta rolinha teve a infeliz ideia de entrar no galinheiro para encher a barriga. Distraiu-se e as donas da casa depenaram-na. 
     Entretanto o Paulo chegou e conseguiu pô-la a salvo. Ficou connosco durante uns dias, até as feridas sararem e hoje devolvemo-lo à Natureza.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Sumo de abacaxi

Este é um dos nossos sumos preferidos e é muito fácil de fazer:

Para 2 pessoas:
- 1 rodela de abacaxi
- 1/2 banana
- 2 folhas de hortelã

Juntar água e triturar.

     A hortelã é conhecida por auxiliar a digestão. O abacaxi é rico em vitaminas e minerais. Também contribui para uma boa digestão e ajuda a controlar os níveis de colesterol no sangue.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Jantar no Rui

     Depois do lanche na Casa Fina fomos jantar à casa do Rui pois já estávamos em falta para uma visita aos aposentos do mais recente escritor infantil! (mostraremos num futuro post)

     A entrada foi da responsabilidade da Telma e do Daniel e temos de confessar que há já muito tempo não a saboreávamos.
     É muito simples: 
- tomate cortado à rodelas
- queijo fresco cortado à rodelas
- regar com azeite, sal e orégãos

     O prato principal foi da responsabilidade do anfitrião que mostrou ter muito à vontade na cozinha!

(a sobremesa foi da nossa responsabilidade, mas por causa do "dia um tanto ou quanto..." acabámos por levar uma iguaria de última hora: uma deliciosa embalagem de gelado de compra!)

     Não resistimos a registar este pormenor da casa do Rui. Dava umas belas festarolas!

     E este tapete de arraiolos onde pudemos ver que a técnica não apresenta apenas os típicos motivos florais.

Casa Fina

     Há umas semanas passámos numa zona de Mafra (junto à Caixa Agrícola) e, de relance, pareceu-nos ver um espaço novo que nos deixou a pulga atrás da orelha e com vontade de experimentar. 
     Ontem (com tempo) entrámos na Casa Fina e tivemos uma agradável surpresa. Fomos recebidos com um sorriso e muita simpatia num espaço dedicado às artes pasteleiras mas onde também se podem fazer refeições leves. 
     São receitas da avó, bisavó e por aí adiante, reinventadas e apresentadas de uma forma tão simples como atractiva e que tornam a tarefa da escolha muito difícil e demorada!
     Com uma decoração muito descontraída e reutilizada (que nos agradou muito por nos identificarmos com esse R), pudemos saborear o nosso chá relaxante, depois de um dia um tanto ou quanto...

 Nhami! Esta foi a minha escolha!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Fim-de-semana com os Piedades

     Este fim-de-semana os amigos Piedades vieram até à capital e aproveitaram para nos visitar e relaxar.

Houve concertos ao vivo...

  Números acrobáticos...

 Experiências científicas...


 Momentos artísticos...

 Experiências gastronómicas...



(aprovadas pelos mais exigentes cheffs de cozinha)

 (e que surpreenderam os que se diziam grandes comilões!)

E a Pg ainda deixou cá este presente (para a mulher da casa, claro!)

Foi um fim-de-semana em cheio!

domingo, 20 de maio de 2012

Mais um cinto de materiais

     Aqui fica mais um cinto para materiais, desta vez para a Sofia. É bem colorido para dar cor a uma escolinha no Baixo-Alentejo.


2.ª colheita de ervilhas

A caminho do Vale dos Trigos onde estão as nossas ervilhas.

É verdade! No meio deste matagal estão as nossas deliciosas ervilhas!

 A julgar pelo tamanho destas ervilhas, Fukuoka tem razão!

Dia da espiga

     Na 5.ªfeira passada foi dia da espiga e fomos apanhar o ramo da espiga à volta da escola. Depois cada um fez a legenda do significado de cada planta.

Já pendurado na porta da sala de aula.

O ramo de espiga da Casa da Pucariça.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...