domingo, 22 de setembro de 2013

Figo-da-índia

     Das vezes que estivemos em Marrocos, para além dos figos da figueira, também vimos à venda figos-da-índia, mas com medo dos picos não nos atrevemos a provar.
     Voltámos a ser persuadidos por este fruto e na semana passada descobrimos uma forma de os apanhar e descascar e até receitas com a folha gigante que, quem já provou, diz saber a feijão verde.

     É muito comum ver esta planta usada para delimitar terrenos (quer-nos parecer que ninguém se atreveria a entrar!). 
     Tem sido ignorada pelos portugueses mas dela come-se o fruto, as folhas (muito usadas pelos mexicanos) e ainda se extrai um óleo das sementes muito usado em produtos de cosmética.
     No Algarve já estão a produzir em grande escala.

     É um fruto rico em açúcar, potássio, magnésio, cálcio e vitaminas (C, A, B1 e B2) e tem sido o nosso lanche dos últimos dias.

1 comentário:

  1. Nunca tinha ouvido falar! E que tal é o sabor?

    Grata pela partilha,

    *rita

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...